Text Widget
Interactively incentivize team driven markets and accurate meta-services. Progressively engage cutting-edge catalysts for change after efficient potentialities. Professionally generate extensive process improvements for process-centric niche markets. Dramatically initiate end-to-end niches whereas integrated best practices. Professionally envisioneer ethical results rather than team building synergy.
Recent Works
Recent Posts

Trecho: “Retrocessos de saudade” Destaque / Livros

Sentados na areia da praia à tarde, ficamos olhando para frente sem dizer uma palavra. Então, eu quebro o silêncio retirando de um dos bolsos do meu short jeans uma foto antiga. Era da minha formatura do terceiro ano. Eu olho para você e digo: neste dia eu não sabia que em menos de dois meses a minha vida mudaria.
Eu conheceria alguém que estremeceria minhas estruturas- Respiro um pouco para afugentar uma lágrima que insiste em brotar do meus olhos e prossigo- foram os melhores momentos que já vivi e embora não tenha mais o seu amor, eu sempre vou ter o passado para revivê-lo em minha memória quantas vezes quiser.
Tem dias que tenho vontade de ir para algum lugar no meio do nada, sentar no chão e chorar. Assim puro e simples. Choraria todas as lágrimas entaladas, abafadas e estocadas no meu peito. Dessa forma não precisaria dar explicações, não pareceria ingrata com a vida ante as pessoas, até porque está é a pior parte você tem que parecer feliz o tempo inteiro. Eu só queria minha própria companhia e depois me levantaria dali mais leve, com a sensação de que um peso me foi retirado. Eu guardo uma imensa dor comigo, uma ferida antiga que simplesmente não se cura. Me sinto como uma borboleta ferida, que ao encontro de um parabrisa teve uma de suas asas quebrada. Eu deveria prosseguir, eu sei, mas simplesmente me torno imóvel, não consigo dar um passo sequer para mudar minha situação. Olho todos os dias sua foto e fico procurando mensagens subliminares nelas, tento achar qualquer sinal de que você também sente minha falta pelo menos por segundos, mudo o ângulo e não vejo nada. Você está feliz é nítido e eu recolho os cacos de esperança que me restam.
Você me olha com pesar e sinto que entendes o que quero dizer e continuo com a voz embargada:
-Vou ficar bem, prometo. Eu sempre consigo superar minhas dores, mas ficar bem não significa que eu vá ser feliz completamente.
Às vezes tenho a convicção de que minha tristeza não é passageira e que inevitavelmente vou me recordar sempre de nós dois. A culpa de tudo é só minha, você só seguiu em frente como eu havia lhe pedido. Agora só me resta inundar todo este lugar com meus choros, conversar com meu coração e tentar enxergar algo além de toda esta tristeza, me levantar e esquecer por aqui minha mochila cheia de solidão…

Joseana Ribeiro


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *