Text Widget
Interactively incentivize team driven markets and accurate meta-services. Progressively engage cutting-edge catalysts for change after efficient potentialities. Professionally generate extensive process improvements for process-centric niche markets. Dramatically initiate end-to-end niches whereas integrated best practices. Professionally envisioneer ethical results rather than team building synergy.
Recent Works
Recent Posts

“O amor do meu amor” Maggie O´Farrell Destaque / Livros

Na semana passada havia uma pequena feira de livros no Shopping Pátio Alcântara e eu resolvi adquirir exemplares de alguns romances. Como o clima estava bem propício à leitura por estar chuvoso e frio, comecei à ler “O amor do meu amor” de Maggie O´Farrel. A história começa com Lily conhecendo o arquiteto Marcus ao saltar de um táxi, indo para uma festa e em pouco tempo ela se muda para o estiloso apartamento dele como sua inquilina. O espaço, porém, parece abrigar uma estranha presença espectral. A moradora anterior do local era a ex-namorada de Marcus, Sinead. Lily fica cada vez mais curiosa e obcecada por essa mulher que ela acredita ter morrido, e seu relacionamento com Marcus torna-se sombrio e inseguro.
O enredo acontece em Londres e trata-se de um romance moderno, ficando bem explícito ao leitor como o passado pode influenciar de forma desastrosa o relacionamento do presente. Apesar de fictício, todos nós já passamos por situações semelhantes em alguns relacionamentos, onde queremos saber todas as coisas que aconteceram com outros parceiros, onde iam, como se relacionavam, o que faziam juntos  e  o quanto se amavam. Acabamos criando “fantasmas” e barreiras que impedem o relacionamento atual  de florescer.

Não é nada fácil esquecer o passado e não existe fórmula para isso, mas as pessoas devem nos amar pelo que somos e não com comparações. Nenhum relacionamento é igual ao outro e esta é a essência do amor, ser instigante e misterioso.

Achei muito interessante o desenrolar da história onde a protagonista chega a ver o fantasma da ex, personificado, seguindo-a pelas ruas e pela casa. O enredo tem uma mistura inusitada de sensualidade, romance, suspense e um pouco de terror.

Vale refletir a maneira como estamos conduzindo as nossas relações e deixando o passado invadir o espaço que não mais lhe pertence.

 Fica a dica!

livre-se-do-passado


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *